Posts| Comments|Pátio Gospel Notícias atualizadas

Revista Forbes entrou em contato com pastores antes de publicar lista dos mais ricos

Posted on 20 de jan de 2013 and filed under , , , , , ,

Uma polêmica lista da Revista Forbes revelou o patrimônio dos líderes religiosos brasileiros. Além de divulgar os valores, a publicação ressaltou que tentou entrar em contato com os líderes evangélicos para esclarecer os dados, mas não foi respondida. Após a repercussão o pastor Silas Malafaia publicou um manifesto classificando a divulgação como “safadeza”.


De acordo com a Forbes todos os líderes foram contatados. O porta-voz de Edir Macedo foi o único que respondeu declarando que classifica a questão como assunto pessoal e não iria comentar. Quanto a Valdemiro Santiago a publicação declara que as mensagens de e-mail não foram respondidas. No caso de R. R. Soares, o porta-voz não retornou as ligações ou e-mails. Os líderes da Igreja Renascer, Estevam e Sônia Hernandes também não responderam aos e-mails e telefonemas.

Ainda de acordo com a revista os valores líquidos foram baseadas em números relatados pelo Ministério Público do Brasil, da União e da Polícia Federal, bem como estimativas do valor de participações privadas de cada pastor, como relatado pela mídia brasileira, incluindo revistas Veja, Exame, IstoÉ, IstoÉ Dinheiro e os jornais Folha de S. Paulo, O Globo e O Estado de S. Paulo.

Safadeza

Silas Malafaia é o único que não figura na lista de líderes que foram consultados antes pela revista. Em seu site, Verdade Gospel, o pastor afirmou que vai processar a Forbes por ter estimado o patrimônio líquido dele em US$ 150 milhões (R$ 300 milhões). Ele afirmou haver uma “cachorrada” e “safadeza” de “inescrupulosos” que estão manipulando números para prejudicá-lo.

O pastor disse que a soma da receita da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, que não é dele, com a da associação do mesmo nome, que também não lhe pertence, com o faturamento de sua editora e as ofertas que recebe por suas palestras não dá nem metade do que a revista diz ser o seu patrimônio líquido. Afirmou que há 25 anos não recebe salário da Igreja.

O pastor disse que nenhuma instituição de Estado tem autoridade legal para fornecer dados sobre o seu patrimônio e que, se isso ocorreu, foi “uma afronta”.

Em seu site Verdade Gospel, ele escreveu que há em andamento um “jogo” para “construir um preconceito contra pastores e igrejas evangélicas”. Falou que, por ser psicólogo, sabe que as pessoas acreditam ser verdade o que é dito repetidamente.

Violação de dados

O presidente da Associação Brasileira dos Juristas Evangélicos (ANAJURE), Dr. Uziel Santana, expressou preocupação quanto a possível houve violação de dados protegidos por sigilo bancário e fiscal. "Isso é tão violento, quanto fazer mercancia da fé, enganando os que têm menor discernimento da realidade. Certamente, dois abusos a serem coibidos, inclusive penalmente. Certamente, dois ilícitos que mitigam princípios basilares do Estado Democrático de Direito. Com a palavra, a Polícia Federal e o Ministério Público”, afirmou.

|Pátio Gospel Noticias

 Seja ético, ao reproduzir um artigo nosso cite a fonte. Pátio Gospel

0 Comentários

Exponha sua opinião

Sua opinião é bem vinda, seja ela qual for (desde que não use palavrões). Vai fazer propaganda? Acesse a página de publicidade.

troca de banners link e divulgao de sites site gratis Bolsa de Valores Bovespa Ibovespa

Conversas no Pátio

Últimas

Anúncio