Posts| Comments|Pátio Gospel Notícias atualizadas

Mulher afirma ser despejada de casa pela Assembleia de Deus

Posted on 14 de set de 2011 and filed under , ,

Assim como no salmo 23, versículo um, nada faltou na vida do aposentado pernambucano João José de Farias. Com o salário de bombeiro hidráulico da Aeronáutica, ele comprou quatro terrenos e morava com a família em uma casa confortável no município de Abreu e Lima. Isso até decidir voltar para a religião. Ele doou seus bens para ajudar a Assembleia de Deus.


Com o dinheiro que restou, comprou um terreno na Rua Boa Esperança, no bairro de São José, e construiu uma casinha simples, há 22 anos. No terreno, na parte da frente, uma igreja foi erguida. Na última segunda-feira, as duas filhas de seu João receberam a ordem de despejo e têm até o próximo sábado para deixar o local. Elas afirmam que antes de morrer, há 17 anos, o pai teria doado o terreno à igreja. A Assembleia de Deus, no entanto, contesta a versão e afirma em nota oficial que comprou o terreno em 1972, muito antes da construção do imóvel.

“Sei que meu pai deu mesmo o terreno da casa para a igreja, mas não esperava que os pastores quisessem tirar a gente sem arrumar um outro lugar. Gostaria que vocês nos ajudassem”, desabafou a desempregada Rute Maria de Farias, 41 anos, uma das 12 filhas de Seu João. O idoso morreu aos 89 anos e, acredita-se, tenha doado a casa dois anos antes. A esposa, que faleceu há nove anos, não concordava com as atitudes do marido. Mas, para não contrariá-lo, acabava assinando os papeis para as obras de Deus, segunda as herdeiras. As filhas contam que o pai era agressivo e chegava a bater nelas quando era questionado sobre o dinheiro repassado.

Ontem, num ato de desespero, Rute ateou fogo em pneus na frente da rua onde mora para tentar chamar a atenção da imprensa sobre a situação. Ela, a irmã, uma prima e uma vizinha gritavam com cartazes que tinham a foto do pastor José Aílton Alves, responsável pela Assembleia de Deus em Pernambuco. Segundo Rute, os comunicados de despejo chegam desde 2005. Como ela e a irmã trabalhavam o dia todo na época, os documentos eram assinados por um irmão deficiente mental, que passava o dia em casa mas não comentava o assunto à noite. 

O lar das irmãs, únicas que permaneceram ao lado do pai e da mãe após a série de doações para a Assembleia de Deus, tem o muro compartilhado e, para ter acesso ao local, é preciso passar pelos portões da igreja. “A gente morava muito bem em Abreu e Lima, tínhamos um casarão. Cinco anos depois que meu pai morreu, minha mãe falou com o pastor José Alves. Ele prometeu que daria uma quantia de R$ 15 mil para que a gente pudesse sair daqui e comprar outra casa. Mas esse dinheiro nunca apareceu”, garante Elienai Farias, irmã de Rute. 

Elas afirmam que os pastores usaram de má-fé para convencer o pai a dar tudo o que tinha. “Por lei, a Assembleia de Deus tem direito ao terreno. Mas esperávamos mais consideração”, disse Elienai. Segundo ela, as tias chegaram a conversar com um pastor, que teria oferecido uma casa no Coque.“Ele disse que pobre mora onde dá. Meu pai fez tudo por essa igreja e agora eles viram as costas para nós”, contesta. O Diario foi até a sede estadual da Assembleia de Deus, na Avenida Cruz Cabugá, em Santo Amaro, tentar conversar com o pastor José Ailton Alves. Ele não estava no local e não retornou as ligações.

 Diário de Pernambuco|Pátio Gospel Noticias

6 Comentários

  1. Anônimo diz:

    Acredito que esse terreno não é tão importante assim pra igreja, é lamentável que a Assembléia de Deus esteja fazendo questão por isso, tenho certeza que não é do agreado de Deus, que os pais de família doem seus bens pra igreja, desamparando seus filhos desamparados, sou da igreja, mas Deus confiou a mim os meus filhos, e devo trabalhar dia e noite para não ser pesado a ninguém, e zelar pela minha família.É lamentável ver essa notícia estampada nos jornais. Como podemos construir um templo nesse terreno pra falar do amor de Cristo e resgatar as vidas se estamos colocando na rua essa família. É preciso exercer o amor ao próximo mesmo se ele não for da nossa denominação, e evitar o escândalo e a murmuração. A igreja tem condição de devolver a essa família o que deveria ser seu por direito, e que por uma ação impensada do pai doou pra igreja. Somos uma igreja grande e forte, e podemos comprar com os dízimos e as ofertas outro terreno para levantar um templo, espero que Deus der ao nosso pastor sabedoria para resolver essa situação.

     
  2. Anônimo diz:

    Conheço gente que passa fome para pagar dizimo.Se o dinheiro fosse bem empregado não faria oposição,mas vai pro bolso de pastores que gozam de boa alimentação e outros luxos.Como é então que este dinheiro esta indo pra Deus?

     
  3. Anônimo diz:

    È uma grande pena que todo esse escandalo aesteja acontescendo na Assembléia de Deus em Recife, a Igreja pode doar uma casa para essa familia.Quero acreditar que o Pastor Ailton talves não esteja sabendo da cituação que essa familia se encontra por que é tamanha crueldade deixa essa familia na rua. Pastor Edilson Souza CGADB 37153

     
  4. Anônimo diz:

    A Biblia diz o que recebeste de graça de graça dai!!!! o que quer dizer este fala de Jesus! Primeiro os dons são dados por Deus, segundo o Evangelho aponta para salvação, Regenera o homem "isto quer dizer concerta o que esta desconcertado", e isto naõ tem preço pois já foi pago no Calvario, porém tem muita gente "Pastores, Pregadores, Missionarios(as), que são igualmente a GEAZI, cobrando, burlando e levando um outro evangelho....

    Para estes o que importa é a Lã das ovelhas e não a alma, despertemos pois a vinda de Cristo está próximo, por isso tem muito falsos mestres!!!!

    Pr.João Batista da Assembleia de Deus - Ministerio de Madureira - Campo de Barra Funda -

    (11)62617670

     
  5. Anônimo diz:

    não tem o que se comentar á respeito dessa atitude da igreja assembléia de deus-recife,mais uma vez o bom nome de cristo é escandalizado,mesmo que a doação tenha sido dentro da forma da lei,é abominável aos olhos de deus essa atitude,é mister que venham os escandalos más AI daquele por quem vem.

     
  6. Anônimo diz:

    é mais um a tentar ganhar dinheiro com a palavra de Deus. Uns vendem santos os outros angariam dinheiro do crente. Mais uma Igreja que se proclama como os verdadeiros conhecedores da palavra.

     

Exponha sua opinião

Sua opinião é bem vinda, seja ela qual for (desde que não use palavrões). Vai fazer propaganda? Acesse a página de publicidade.

troca de banners link e divulgao de sites site gratis Bolsa de Valores Bovespa Ibovespa

Conversas no Pátio

Últimas

Anúncio